Pr. Carlos Mendes

Nosso pequeno Samuel é uma criança que luta contra a ira, e isso tem nos feito pensar seriamente sobre este assunto a fim de ajudá-lo aconselhando-o na luta contra este pecado. Uma primeira reflexão que fiz neste sentido foi: será que Samuel é o centro do nosso lar? E essa pergunta se deve ao fato de que um lar cujo centro é a criança promove ira em seu coração e muitas vezes aquilo que os pais fazem achando que estão ajudando seus filhos, na verdade, estão promovendo um grande mal em seus corações. Portanto, hoje, a partir das Escrituras e da minha própria experiência de vida com o meu filho gostaria de fazer uma reflexão, e chamá-lo a fazer junto comigo, sobre a seguinte questão: Será que o meu filho é o centro do meu lar, será que a nossa família gira em torno do nosso filho?
As Escrituras nos dizem que o centro de lar é Deus, tendo em vista que todo cristão deve viver para a glória dele (1 Co 10.31). Um lar cujo centro é Deus é aquele em que toda a família esta, nas coisas mais ordinária até as mais extraordinárias, comprometida em agradar a Deus. E isso vale para todos os membros da família, desde os mais pequeninos até os maiores. Neste lar, a família tem como objetivo fazer a vontade de Deus e os pequeninos são treinados a sacrificar seus prazeres pessoais, se for necessário. A criança é orientada a agir por obediência e não por sentimento. Como isso acontece, na prática, com relação à criação de nossos filhos? A criança aprende, desde a mais tenra idade, a servir em vez de ser servida (como é triste ver crianças que avançam na comida quando da hora do almoço!), a honrar em vez de serem honradas, a dar o que tem (sendo amáveis) ao invés de tomarem (sendo egoístas). Já o lar cujo centro é a criança tudo visa agradar a criança, tudo gira em torno dela. Lou Priolo nos dá algumas dicas de como podemos identificar um lar cujo centro é a criança:

  • A criança interrompe os adultos quando estão conversando.
  • Manipula para conseguir o que quer.
  • Os horários da família giram em torno da criança (refeições, horário de dormir).
  • O filho tem prioridade sobre as necessidades do cônjuge.
  • Na tomada de decisões da família, os filhos tem o mesmo peso que os pais.
  • Os pais dedicam um tempo excessivo aos filhos abrindo mão de outras prioridades bíblicas (vide devocional, tempo com um cônjuge).
  • Não são disciplinados quando pecam.
  • alam com os pais de igual para igual.
  • É a influencia dominante do lar.
  • A criança é adulada ou premiada quando esta de mau humor.

Quando o lar é assim, a criança cresce em um contexto em que o lar gira em torno dela, essas mesmas crianças vão acreditar, quando adultas, que a sociedade deve a elas o mesmo estilo de vida, ou seja, vão pensar que tudo deve girar em torno delas, os colegas de escola, os colegas de trabalho, enfim, tudo e todos.
Já uma família centrada em Cristo já é uma família antes da chegada dos filhos, sendo assim, quando os filhos vêm entram em um contexto em que os pais são as cabeças dessa unidade, são os responsáveis pelas tomadas de decisões. A família não é uma democracia, o marido é o líder e esposa a sua auxiliadora. Isso deve ficar claro para a criança assim que ela chega à unidade familiar.
Outro fator que deve ficar claro para a criança desde a sua chegada ao lar, é que a relação dela com os pais é temporária enquanto a relação entre os pais é permanente. Os filhos devem ser preparados desde sempre para o fato que um dia deixarão o lar. Caso contrário, quando isso começar a ficar claro, ficarão irados.
Qual é a consequência de um lar centrado na criança? Ele promove Ira no coração de criança. Neste lar a criança entende que a família existe para agradá-la e quando ela não é agradada se sente injustiçada ficando irada. Ela vê seus pais como supridores de suas necessidades e quando eles não fazem isso ela fica amargurada e ressentida, gerando um estilo de vida rebelde.

  1. 25 de março de 2017

    Excelente texto pastor!
    Excelente reflexão também.

  2. 11 de abril de 2017

    Como é bom ver a palavra de Deus aplicada em nossas vidas, sendo luz e instrução para vivermos bem, conforme fomos projetados. Texto bastante esclarecedor!

Write a comment:

*

Your email address will not be published.

© 2014 DM Monteiro | www.dmmonteiro.com.
Top
Redes Sociais: